18 dezembro, 2007

É Natal!



A Biblioteca Escolar de Vilarinho do Bairro retribui o desejo de Boas Festas, colocando os postais que foram enviados para a lista da Rede de Bibliotecas Escolares na nossa Árvore de Natal Especial.

Feliz Natal!


17 dezembro, 2007

Pela blogosfera...


"Postal de Natal da RBE" e "Concurso Bibliofilmes" - bibliotequices

"26 razões para ler livros" - lerparacrer

"Prémio Nacional de Literatura Juvenil Ferreira de Castro" - biblioteca-es-mealhada

"se tu lês, eles lêem" - deleit.ura

"Televisão exclusivamente dedicada aos livros - Book TV " - diasfelizes

14 dezembro, 2007

Novas Tecnologias...

10 dezembro, 2007

Dia da Declaração Universal dos Direitos Humanos


War will never be the seed of peace - Angela Morelli, Itália
© Copyright 2006-2007 Good 50×70

DOSSIÊ TEMÁTICO

Carta Internacional dos Direitos Humanos (Amnistia Internacional.pt)

Sítios:
Nações Unidas
Amnistia Internacional Portugal
Comitê Internacional da Cruz Vermelha
Wikipédia - Direitos Humanos
"Educação para os Direitos Humanos" - (DGIDC)
Gabinete de Documentação e Direito Comparado
Enciclopédia Portuguesa de Direitos Humanos (Univ.Coimbra)
Lista de "sítios" da Tecnet (Ver)

Dossiê Netprof (ver)

Postais para comemorar o dia - Biblioteca ES Sebastião da Gama, Setúbal

Sugestão via "Ler para Crer":
- Guia anotado de recursos (ver)
- Filmes para comemorar os direitos humanos (ver)
- Duas sugestões de leitura (ver)
- filme da Amnistia Internacional (ver)

Sugestão Bibliobeiriz:

- Educação para a cidadania: Direitos Humanos e Multiculturalidade - ESecundária Manuel da Fonseca
- Dia Internacional dos Direitos do Homem"- Procuradoria-Geral da República
Dossiê (sítios, imagens, recursos educativos)

Actividades das Escolas - UARTE

webquest (Minerva.Uevora)

Na nossa biblioteca:

"Os Direitos do Homem Contados às Crianças" de Jean-Louis Ducamp; Editora Terramar

Vives numa casa, com a tua família. Tens comida, tens roupa, tens brinquedos, andas na escola. Ninguém te faz mal. Tudo isto quer dizer que vives em liberdade. Esta é uma palavra fundamental, pois todos nós – crianças e adultos – temos direito à liberdade. E a Liberdade é um dos nossos direitos mais importantes.
Mas, infelizmente, o mundo é muito desigual: há muitos sítios em que não se respeita os direitos das pessoas (os direitos do homem, quer dizer, os direitos de todas as pessoas, de toda a humanidade), mesmo que elas ainda sejam crianças.
É importante que saibas tudo isto. Para que tenhas consciência dos teus direitos, para que respeites os direitos dos outros, para que defendas os teus direitos e os direitos dos outros.

07 dezembro, 2007

Vencedores(as) do Concurso Literário "Nas Asas do Natal"



Produção escrita sobre o Natal


1º Lugar
Ana Carina, nº1 do 6º D

Fui dar uma volta pelo céu
nas asas de um anjo pequeno.
Parei num sítio que tinha
guerra, fome, ódio e raiva.
Pensei que ia morrer,
mas o anjo disse-me:
«Calma, isto é só um sonho
que na vida acontece».
Então pensei na paz, pus um sorriso,
e eu e o anjo
pensámos no amor.

2º Lugar
Susana, nº15 do 6º C

É Natal! É Natal!
Vem aí o Pai Natal!
Com muitas estrelinhas
Cheias de prendinhas…
As famílias reunidas em casa
À volta da lareira.
O pinheiro e o presépio
Todos enfeitados,
Só falta juntar-lhe os presentinhos…
O Menino Jesus já nasceu e para ele,
O presentinho é só Paz, Amor e Carinho…


3º Lugar
Ruben Ferreira, nº19 do 6º D

Quando estávamos a passear,
tu viste a paz e a guerra a lutar.
Eu vi a dor e o amor a discutir.
Num mundo de sorrisos,
a fome a pedir esmola
e uma vida enraivecida que
sonhou com o Cupido.

-
Parabéns aos vencedores(as) e a todos os participantes!!

06 dezembro, 2007

05 dezembro, 2007

Vencedores(as) do Concurso Artístico "Nas Asas do Natal"

Produção artística sobre o Natal.


1º Lugar:
-

"Presépio do Gil" de Liliana Santos, 5ºD, nº13

2º Lugar:


"Pinheirinho de Natal" de Ana Ferreira, 6ºC, nº1

3º Lugar:

-
"Anjo Dourado" de David Cruz, 5ºD, nº4
-
-
Parabéns a todos os participantes!

03 dezembro, 2007

Para fazer o retrato de um pássaro

Pinta primeiro uma gaiola
com a porta aberta
pinta a seguir
qualquer coisa bonita
qualquer coisa simples
qualquer coisa bela
qualquer coisa útil
para o pássaro.
agora encosta a tela a uma árvore
num jardim
num bosque
ou até numa floresta
esconde-te atrás da árvore
sem dizeres nada
sem te mexeres…
às vezes o pássaro não demora
mas pode também levar anos
antes que se decida.
Não deves desanimar
espera
espera anos se for preciso
a rapidez ou a lentidão da chegada
do pássaro não tem qualquer relação
com o acabamento do quadro.
Quando o pássaro chegar
se chegar
mergulha no mais fundo silêncio
espera que o pássaro entre na gaiola
e quando tiver entrado
fecha a porta devagarinho
com o pincel
depois
apaga uma a uma todas as grades
com cuidado não vás tocar nalguma das penas
Faz a seguir o retrato da árvore
escolhendo o mais belo dos ramos
para o pássaro
pinta também o verde da folhagem a frescura do vento
e agora espera que o pássaro se decida a cantar
se o pássaro não cantar
é mau sinal
é sinal que o quadro não presta
mas se cantar é bom sinal
sinal de que podes assinar
então arranca com muito cuidado
uma das penas do pássaro
e escreve o teu nome num canto do quadro

Jacques Prévert

Tradução de Eugénio de Andrade do original "Pour faire le portrait d'un oiseau" de Jacques Prévert.
-

(com tradução de Silviano Santiago, ver no blogue "Poesia&Lda")

27 novembro, 2007

Como brincávamos antes da playstation


La Repubblica.it: "Com'eravamo, i giochi prima della PlayStation"- ver mais

22 novembro, 2007

O que ando a ler

Ana Jesus - Turma 5º A


"A Menina do Mar" de Sophia de Mello Breyner Andresen / Editora Figueirinhas

Um rapaz, que vivia numa casa na praia, adorava tomar banho no mar e brincar nas rochas. Um dia, após um grande temporal, ao passear pelas poças de água, descobre uma menina, com um palmo de altura, a brincar com um polvo, um caranguejo e um peixe. Era a menina do mar que lhe conta a sua história e alguns dos segredos do mar. Voltam a encontrar-se várias vezes para conversar e descobrir como as coisas da terra são diferentes das do mar; o rapaz explica-lhe o que é a saudade e a alegria e mostra-lhe o fogo, a flor e o vinho. Falhada a tentativa de a levar a descobrir como se vive na terra, aceita, bebendo uma poção mágica, descer ao fundo do mar para se encontrar com a menina. A sua terra passou a ser o mar.
Patrícia Carvalho - Turma 5º B

Publicações Europa-América

ELE TEM MEDO.ESTÁ TOTALMENTE SÓ.ENCONTRA-SE A 3 000 000 DE ANOS-LUZ DE SUA CASA.
Há duas décadas, foi assim que o gentil e comovente personagem de E.T. foi apresentado em todo o mundo pelo génio de Steven Spilberg e em livro pela pena de William Kotzwinkle. Uma nave espacial extraterrestre, após descer na Terra, é obrigada a partir precipitadamente e um erro é cometido: o botânico E. T., um pequeno ser com milhões de anos é deixado para trás… Espera-o a solidão, o terror e os perigos dum mundo hostil.Mas E. T. encontra Elliot, um rapaz de 10 anos que se torna seu amigo e tenta desesperadamente ajudá-lo a voltar para casa.
E. T. O Extraterrestre é, acima de tudo, uma história de amor, solidariedade e compreensão entre dois seres que, aparentemente, nada teriam a dizer um ao outro.

Margarida Lopes - Turma 6ºA

Editorial Presença

"Que se passa? Quem anda pela cidade a fingir ser eu, Geronimo Stilton? Quem conspira para me tirar o Diário dos Roedores? Com mil queijos da Serra, não podia nem de longe imaginar que…"

Traduzido em 35 línguas, os livros de Geronimo Stilton são um fenómeno editorial de projecção internacional. Originalmente publicada em Itália, a série já alcançou os 12 Milhões de exemplares vendidos.

15 novembro, 2007

Concursos de Natal


"Isolated Floral Christmas Bauble with
Clipping Pat " - Craig Jewell

Agrupamento de Escolas de Vilarinho do Bairro
Dinamizadores: Equipa da Biblioteca Escolar

Nas Asas do Natal

CONCURSO LITERÁRIO

Regulamento

Participantes
Podem concorrer os Alunos dos 3º, 4º, 5º e 6º Anos deste Agrupamento

Tema
Produção escrita sobre o Natal

Prazos
Os prazos deste concurso são os seguintes:

1. A entrega dos trabalhos deverá ser feita até dia 30 de Novembro;
2. A afixação dos trabalhos será dia 12 de Dezembro;
3. A exposição e a divulgação dos melhores trabalhos ocorrerá na Biblioteca, no Jornal do Agrupamento e no «blog» da Biblioteca;
4. A devolução dos trabalhos aos alunos efectuar-se-á no 3º Período.

Normas
1. O texto pode ser em prosa ou em poesia;
2. O texto tem que ser original, inédito e individual;
3. O texto tem de ser escrito em Língua Portuguesa;
4. O texto pode ser manuscrito ou impresso;
5. Cada aluno só pode apresentar 1(um) trabalho;
6. Os alunos deverão entregar os trabalhos na Biblioteca;
7. Os trabalhos não deverão ultrapassar 1(uma) folha A4, isto é, 2(duas) páginas;
8. Não há recurso das decisões do júri;
9. Serão excluídos os concorrentes que não sigam as normas supracitados.

Júri
O júri deste concurso será constituído por 2(dois) elementos da Biblioteca e 2(dois) Professores dos 2º e 3º Ciclos.

Critérios de Avaliação
Originalidade/criatividade: 20 pontos
Simbologia/recursos expressivos: 30 pontos
Respeito pela ortografia: 30 pontos
Relação com o tema: 20 pontos
TOTAL: 100

Em caso de igualdade de resultados, serão utilizados os seguintes critérios de desempate:
· O bom comportamento do aluno;
· O bom aproveitamento em Língua Portuguesa.


. Santa . - Rodolfo Clix

CONCURSO ARTÍSTICO

Regulamento
-
Participantes
Podem concorrer os alunos do 1º ao 9º Ano deste Agrupamento

Tema
Produção Artística sobre o Natal

Prazos
Os prazos deste concurso são os seguintes:

A entrega dos trabalhos deverá ser feita até dia 30 de Novembro;
A afixação dos trabalhos será dia 12 de Dezembro;
A exposição dos melhores trabalhos ocorrerá na Biblioteca;
A devolução dos trabalhos aos alunos efectuar-se-á no 3º Período.

Normas
1. O trabalho pode ser realizado com materiais variados, a saber: papel, tecido, plástico barro ou todo o tipo de material passível de ser reciclado;
2. O trabalho tem que ser original, inédito e individual;
3. Cada aluno só pode apresentar 1(um) trabalho;
4. Os alunos deverão entregar os trabalhos na Biblioteca;
5. Os nomes dos alunos autores dos melhores trabalhos constarão no Jornal do Agrupamento e no «blog» deste Agrupamento;
6. Não há recurso das decisões do júri;
7. Serão excluídos os concorrentes que não sigam as normas supracitados.

Júri
O júri deste concurso será constituído por 2(dois) elementos da B.R.E. e 2(dois) Professores dos 2º e 3º Ciclos com formação em Artes.

Critérios de Avaliação
Originalidade/criatividade: 40
Estética: 20
Qualidade na Execução: 20
Relação com o tema: 20
TOTAL: 100

Observação: Em caso de igualdade de resultados, será utilizado o seguinte critério de desempate:
· O bom comportamento geral do aluno.

09 novembro, 2007

Bandeira Verde atribuída à nossa Escola


Notícia no Jornal "Região Bairradina" (31/10/07)

(clicar na imagem para ler a notícia)

08 novembro, 2007

Amig@s da Biblioteca



Quanto vale ter um Amigo? Não há dinheiro que o pague nem riqueza que o compre.
Um Amigo é aquele, que desinteressadamente investe em alguém ou em algo, e está sempre disponível para ajudar sem exigir nada em troca – dar com as mãos fechadas e o coração aberto.
Um Amigo é uma inclinação, fraterna e solidária onde não pode faltar carinho e ternura, afecto e cumplicidade.
Assim temos, os amigos de infância, os amigos da escola, os amigos do café, os amigos do peito…e todos aqueles que vão surgindo ao longo da nossa vida desde crianças que fomos, a adultos que seremos. Alguns amadurecem e ganham raízes, fazem parte do nosso quotidiano. Outros vão ficando longe nesta "caminhada" a que chamamos existência, distantes mas não esquecidos. Outros fazem-se amigos de causas comuns, de projectos públicos, de instituições...outros são amigos dos livros e do local onde eles se encontram, a Biblioteca. Estes últimos são muito importantes para a comunidade escolar, pois cuidam daquele espaço como quem cuida de um Amigo.

Amig@s da Biblioteca, ano lectivo pretérito foram oito sempre diligentes e responsáveis, responderam ao apelo e cumpriram. "Excelente", obtiveram pontuação máxima.
No presente ano, trinta e quatro (34), os que transitaram por dedicação e foram quase todos, mais os novos que surgiram, porque descobriram na Biblioteca um novo Amigo.
.
Obrigado, pois pela vossa Amizade.
--
Filipa Jesus, 5ºA
Gabriel Pereira, 5ºA
Mariana Almeida, 5ºA
Andreia Fernandes, 5ºC
Leonor Santos, 5ºC
Rita Margarida, 5ºC
Rui Neto, 5ºC
Soraia Silva, 5ºC
Tatiana Pereira, 5ºC
Ana Fernandes, 6ºA
Brenda Silva, 6ºA
Catarina Duarte, 6ºA
Diana Gonçalves, 6ºA
Margarida Lopes, 6ºA
Mariana Santos, 6ºA
Salomé Rodrigues, 6ºA
Adriana Costa, 6ºB
Beatriz Barroco, 6ºB
Raquel Matos, 6ºB
Sara Silva, 6ºB
Diana Correia, 6ºC
Susana Oliveira, 6ºC
Vanessa Filipa, 6ºC
Catarina Prata, 7ºB
Joana Silva, 7ºB
Lorredana Pereira, 7ºB
João Oliveira, 7ºD
Raquel Damasceno, 8ºA
Diogo Martins, 8ºC
Paulo Lemos, 8ºC
Samara Santos, 8ºC
Filipa Costa, 9ºC
Priscilla Rosa, 9ºC
Mafalda Santos, 9ºD

03 novembro, 2007

O que ando a ler

Oswald dos Santos - Turma 5º B

"Os Primos - O Enigma do Castelo Templário" , Publicações Dom Quixote, 2005

de Mafalda Moutinho com ilustrações de Umberto Stagni

"Durante as escavações do Castelo dos Templários, os primos encontram o misterioso símbolo da Eremita gravado na muralha do castelo, ao lado do número 1333. Descobrem então uma passagem secreta..." ler mais: "Os Primos"
-
André Moreira - Turma 9ºB

Sinopse: Harry Potter está prestes a começar o seu quinto ano na Escola de Magia e Feitiçaria de Hogwarts. É, aliás, com ansiedade que aguarda o regresso às aulas para rever os seus amigos Ron e Hermione que, estranhamente, deram muito poucas notícias durante o Verão. Contudo, o que Harry vai descobrir neste novo ano em Hogwarts vai transformar radicalmente todo o seu mundo e a sua vida...

Harry Potter (Educom.pt), (Wikipédia) / Trailer do filme (Warnerbros) / J. K. Rowling (sítio oficial)

Sabias que: A escritora J. K. Rowling começou a escrever o primeiro livro da série em Portugal +Curiosidades


-

Clarinda Rodrigues

- Auxiliar da Acção Educativa da Equipa da Biblioteca
"Fortaleza Digital" - Dan Brown
Bertrand Editora

"Fortaleza digital" foi a estreia literária do autor, em 1998, resultante de uma investigação que começou a fazer em 1996 em torno de códigos, criptas e agências secretas governamentais.
Dan Brown é autor de vários "best sellers", tendo o seu nome saltado definitivamente para a ribalta internacional com "O Código Da Vinci", um dos mais vendidos romances de todos os tempos, tendo recebido o prémio britânico de "Livro do ano", em 2005.
A revista Time Magazine considerou o escritor "uma das pessoas mais influentes do mundo". A sua obra encontra-se traduzida em cerca de 50 idiomas. (ler mais
)

26 outubro, 2007

Sussurando livros...


Ali Cavanaugh

Tal como Daniel Pennac também gostamos mais de encorajar, convidar, "sussurrar livros" que recomendá-los.
Acreditamos, que tal como nos aconteceu um dia, aparecerá o tal "livro" que nos despertará para a leitura, que nos influenciará "para sempre". Que nos mude a vida, como afirmava Orhan Pamuk - "Um dia li um livro e toda a minha vida mudou".
Acreditamos, igualmente, que a influência de quem gostamos e/ou de uma pessoa que admiramos é tão ou mais importante que todas as recomendações feitas pelos "Guardiões do templo "("Guardiões e passadores" (texto de Daniel Pennac).

E de que forma é influenciado o leitor? De que gosta no livro? Há os que gostam do seu conteúdo, a história, pois. Outros vão pelo autor, pelo género. Outros, são mais coleccionadores do que leitores, gostam de ter livros, por vezes repetidos com diferentes encadernações e edições.
Outros gostam dos títulos, da capa, do que vem escrito na contra-capa...
Depois, uns certos leitores nunca os emprestam, não os riscam, nem dobram as suas folhas. Outros sim, riscam, dobram, colocam no bolso, emprestam e perdem-nos...

Desta forma, esta nova secção apresentará livros que, de algum modo, poderão despertar a curiosidade e gosto pela leitura.

Eis o primeiro "sussuro":

"O Guarda da Praia" - Maria Teresa Maia Gonzalez
.

Uma jovem escritora procura uma praia para escrever um romance. Aí, trava relações de amizade com um rapaz, o Dunas, inteligente e estranho. É ele o guarda da praia, porque a praia é para ele o seu mundo de sonho, e tem-na bem guardada na memória e no coração sensível.

Comentários sobre o livro: (Verbo / Pitux)

*Maria Teresa Maia Gonzalez, nasceu em Coimbra, em 1958.
Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Franceses e Ingleses, pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa, foi professora de Língua Portuguesa de 1982 a 1997, no ensino oficial e particular.
Tem vários livros publicados, ao qual destacamos, "A Lua de Joana", o bestseller que a celebrizou e que foi também editado na Alemanha, Bulgária, Albânia, Espanha e China.

19 outubro, 2007

Dia Internacional da Biblioteca Escolar

22 de Outubro de 2007



"APRENDER MAIS E MELHOR NA BIBLIOTECA ESCOLAR"

Consultar sítio da Rede de Bibliotecas Escolares


Actividades:
  • Distribuição e exploração do "Guia do Utilizador" aos alunos do 5º Ano;
  • Visita guiada à Biblioteca (alunos do 5º Ano);
  • Jogo de descoberta;
  • Concurso de Escrita "A minha Biblioteca".

10 outubro, 2007

A leitura e os resultados escolares


Foto: Dário Gabriel

"Escolas usam projetos de leitura para melhorar notas"
03/10/2007, Jornal "O Povo", Fortaleza, Brasil

No Ceará, Brasil, os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) foram bastante elucidativos: As escolas com resultados acima da média a português desenvolvem projectos concretos ligados à leitura.

"O incentivo à leitura é um ponto em comum entre as escolas que obtiveram as notas mais altas no Ideb"

Ver notícia completa - Jornal "O Povo"


09 outubro, 2007

“O desejo de ler”

“Lemos o que as pessoas de quem gostamos
nos indicam e, enquanto lemos, buscamos
a pessoa no livro que ela indicou”.
Pennac, Daniel, Como um Romance, Ed. ASA, 1992, p. 155.


Daniel Pennac, Fotonummer 376/30 - © Michael Oreal

A propósito da vinda de Daniel Pennac* a Beja, no passado dia 21 de Setembro, para a iniciativa "Palavras Andarilhas", apresentamos algumas das ideias chaves deste autor, aproveitando para nos juntarmos à reflexão que é devida à promoção do gosto pela leitura.

--

Direitos alienáveis do leitor
1.O direito de não ler.
2.O direito de saltar páginas.
3.O direito de não acabar um livro.
4.O direito de reler.
5.O direito de ler não importa o quê.
6.O direito de amar os “heróis” dos romances.
7.O direito de ler não importa onde.
8.O direito de saltar de livro em livro.
9.O direito de ler em voz alta.
10.O direito de não falar do que se leu.
Como um Romance, Ed. ASA, 1992, p. 155.

Entrevista a Daniel Pennac
Label France – Abril de 2000 – nº39
...
"- Quais são, a seu ver, os dez melhores livros do século XX?

- Em Busca do Tempo Perdido, de Proust. Este é "O Livro", assim como Ulisses, do irlandês James Joyce. Há também, é verdade, Le Voyage au Bout de la Nuit (Viagem ao fim da noite), de Céline, que representa a intrusão de uma prática da língua absolutamente assombrosa. Assim, tanto Proust me dá vontade de escrever, tanto Céline me bloqueia a pena a caminho do tinteiro. Sua maneira de escrever me entusiasma, mas me deixa petrificado.

Eu poderia citar também A Confederacy of dunces (A Conjuração dos Imbecis), que teve um destino bastante comovente; escrito por um jovem americano nos anos 60, John Kennedy Toole, que tentou imaginar um Dom Quichote da era da psicanálise, ou seja um esquizofrênico delirante e engraçado, conjurando os que o cercam a ter o senso da realidade. Esse romance era tão louco que J.-K.Toole tentou publicá-lo durante dez anos e acabou suicidando-se por não conseguir fazê-lo. Sua mãe retomou a luta durante cerca de vinte anos e finalmente teve êxito nos anos 80. O livro ganhou o prêmio Pulitzer – oferecido pelos mesmos (ou seus primos) que haviam levado o autor ao suicídio.

Outro romance formidável do século XX, que classifico numa posição bem elevada, é O Mestre e Margarida, do russo Bulgakov, ou Vida e Destino, de Vassili Grossman, um romance perturbador sobre a batalha de Stalingrado e a profunda perversidade do stalinismo, que valeu a seu autor a exclusão do Partido Comunista, da União dos Escritores e a deportação. Há ainda Cem Anos de Solidão, do colombiano Gabriel Garcia Marquez, porém talvez mais ainda O Amor nos Tempos do Cólera.

Existem também dois "Joyces" italianos, Carlo Emilio Gadda, com o Quer Pasticciaccio Brutto de Via Merulana, romance "polívoco" (N.T.: de sentido múltiplo) e "polidialetal" (N.T.: de múltiplos dialetos), e Italo Svevo, A Consciência de Zeno. São romances prodigiosos. Devo citar também Italo Calvino, sobretudo o dos livros aparentemente mais simples, que são na realidade bastante complexos: Il Cavaliere Inesistante, Il Visconte Dimezzato, Il Baronne Rampante. O americano de origem russa Nabokov também, de quem eu escolheria Lolita e um romance menos conhecido que é Despair. O polonês Gombrowicz, de quem é preciso ler Ferdydurke, que é um romance alegórico sobre o preconceito da maturidade e da imaturidade.
*Daniel Pennac: Professor, Ensaísta e Romancista francês, nascido em Casablanca (Marrocos) no ano de 1944, Daniel Pennac tem-se vindo a afirmar como um dos mais destacados escritores franceses vivos. Professor de francês, tem na leitura a sua grande paixão e é à sua promoção que dedica grande parte do seu esforço intelectual.

Sobre este assunto consultar ainda:
"A Paixão de Ler" - Blogue "Página de Vida"
"Guardiões e passadores" - Abril em Maio
"Importância da biblioteca para a promoção de hábitos de leitura" - Blogue "Página de Vida"

Biblioteca da Escola Secundária de Anadia



A inauguração da nova biblioteca integrada na Rede de bibliotecas escolares ocorreu no dia 4 de Outubro.

Seja então Benvinda! Os maiores sucessos!

--
Notícia na Região Bairradina (ver)
EscolaSecundáriaAnadia (ver)

20 setembro, 2007

Bibliotecas do Mundo

Recolha de imagens das mais belas bibliotecas do mundo.


Biblioteca Joanina da Universidade de Coimbra

Librophiliac Love Letter: A Compendium of Beautiful Libraries

A vossa atenção para as bibliotecas portuguesas:

Fonte: http://favoritos.wordpress.com/

15 setembro, 2007

Leituras de Verão

De Gabriel García Márquez, o amor visto como possessão demoníaca na encantatória vida de Sierva Maria e dos seus longos cabelos acobreados, fonte de sedução e de ressurreição.
"Do Amor e Outros Demónios", decorre em terras sul-americanas há duzentos anos, dominada por uma Espanha ferozmente católica, mas ao mesmo tempo ardendo nos calores tropicais e nos ritmos da escravatura africana. Realidade histórica onde se misturam paradigmas de fantasia e de sonho. Assim se leu e amou um livro.
Noémia Maria

22 junho, 2007

De Férias!



O Sabichão vai de Férias...

Até Setembro!

--

P.S.: Contem-nos as vossas leituras de férias para o email bevilarinho@gmail.com

19 junho, 2007

Porquê o Livro? V

Sugestão de:


Clarinda Rodrigues: Auxiliar da Acção Educativa da Equipa da Biblioteca



Livro: “Alma de Pássaro” Margarida Rebelo Pinto

Alma de Pássaro é um livro que todos devem ler.
Escrito num português fácil de compreender, relata lugares e sítios bem conhecidos de muitos portugueses. Trata-se de um romance bonito entre uma mulher mais velha e um rapaz na flor da idade, que quer conhecer o mundo, mas que também gosta daquela mulher e mesmo depois de ganhar um prémio de arquitectura sai à aventura pela Tailândia, Ásia e todo o Médio Oriente, regressando sem a ter conseguido esquecer, tal como ela também não o esqueceu.
Voltam-se a encontrar e o amor torna a renascer mas sem confiança. Assim, cada um vai seguir o seu caminho com muita tristeza na esperança de conseguirem sobreviver.
Leia este livro e deixe-se levar por este romance excitante, rebelde e doce.

Boa leitura
Clarinda Rodrigues


Margarida Rebelo Pinto licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas na Universidade Clássica de Lisboa e iniciou a actividade de jornalista em várias publicações como: O Independente, Se7e, Marie Claire e Diário de Notícias. Enquanto escritora, escreveu seis romances, quatro livros de crónicas, um livro para crianças e uma biografia.
O seu primeiro livro, Sei lá, publicado em 1999, foi um dos maiores sucessos de vendas em Portugal, atingindo números de vendas pouco usuais para o país. Mais tarde, com os seus títulos seguintes, rapidamente alcançou um êxito similar. Actualmente, as suas obras encontram-se traduzidas na Espanha, Brasil, Países Baixos, Bélgica, Alemanha e Lituânia.
Paralelamente à escrita, Margarida dedicou-se também ao cinema, sendo a autora do telefilme da SIC Um Passeio no Parque e, mais recentemente, às peças de teatro.
Wikipédia

01 junho, 2007

Dia Mundial da Criança



"- Podias fazer o favor de me dizer para onde devo ir a partir de agora?
- Isso depende muito de para onde é que queres ir – disse o Gato.
- Não me importa muito onde... – respondeu Alice.
- Então também não importa para onde vás – disse o Gato.
-... desde que chegue a algum lado – explicou Alice.
- Oh, com certeza que chegas – disse o Gato – se andares o suficiente."


"Alice no País das Maravilhas" de Lewis Carrol

24 maio, 2007

Centenário do criador de Tintin



Se Hergé fosse vivo, fazia 100 anos.

O autor de Tintin nasceu em Bruxelas, a 22 de Maio de 1907, com o nome de Georges Rémi. Criou o repórter Tintim em 1929 e até hoje esta é a mais famosa personagem da banda desenhada da Europa.

Tintin e o fiel cão Milu nasceram no dia 10 de Janeiro de 1929. A primeira tira de banda desenhada apareceu num suplemento de uma revista para crianças.
Pesquisa na Internet:

16 maio, 2007

Concurso Nacional de Leitura



Realizou-se no passado Sábado, dia 12 de Maio, na Biblioteca Municipal de Sta. Maria da Feira, a final distrital do Concurso Nacional de Leitura.

Representaram a nossa escola as alunas Sónia Calado (8ºD), Márcia Matos (8ºD) e Priscilla Rosa (8ºC). Fizeram-se acompanhar pela professora de Língua Portuguesa, Maria José Fonseca.

Nesta final foi realizada uma prova pública, baseada na leitura das obras "Histórias da Terra e do Mar" de Sophia de Mello Breyner Andresen e "O Principezinho" de Saint-Exupéry, na qual participaram os concorrentes seleccionados pelas escolas do distrito de Aveiro.

30 abril, 2007

Sinopses I

Por: Prof. José Miranda

AMBIÇÃO
(De quanta terra precisa um homem?)



Nesse conto de Leon Tolstoy, um rico camponês chamado Pahom ouve falar das boas terras do país dos Bashkins, para lá do Volga. São pessoas simples e ele irá conseguir obter deles toda a terra que desejar sem qualquer espécie de problemas. Quando Pahom chega ao país dos Bashkins, estes dizem-lhe que, por mil rublos, poderá ter toda a terra a que conseguir dar a volta ao longo de um dia.
Pahom fica exultante e despreza-os pela sua falta de sofisticação. Está convencido de que conseguirá cobrir uma grande distância. Contudo, logo depois da partida, começa e deparar-se com áreas interessantes que decide incluir, um lago aqui, ou uma faixa de terra especialmente apropriada para cultivar linho. Depois, de repente, repara que o Sol já está a descer.
Apercebendo-se que corre o risco de perder tudo, corre cada vez mais depressa para conseguir chegar a tempo. "Fui demasiado ambicioso", diz para si mesmo, "e arruinei todo o negócio". O esforço mata-o. Morre junto ao poste de chegada e foi aí que o enterraram. "Um metro e oitenta, da cabeça aos pés, era toda a terra de que necessitava", foi a conclusão de Tolstoi.

26 abril, 2007

Sinopses


The reader, © 2002. de Maggie Taylor

O nosso blogue vai iniciar uma nova secção proposta pelo Professor José Miranda.
Chamar-se-á "Sinopses" e contará com a apresentação de resumos de contos e livros, teatro e séries de televisão, documentários e filmes.
Esta secção está aberta a todos, bastando para isso enviar os textos para bevilarinho@gmail.com.

23 abril, 2007

Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor

Hoje é o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor. Uma data instituída pela Conferência Geral da UNESCO, em 1996. A celebração deste dia ocorre em cerca de 100 países e pretende através do seu simbolismo, dar conta da representatividade do livro, no desenvolvimento cultural do país.
Nesta data, celebra-se também o direito de autor. Um direito que é reconhecido pela Declaração Universal dos Direitos do Homem (artigo 27º) e pela Constituição da República Portuguesa (artigo 42º). O direito de autor funciona simultaneamente como garantia de defesa do património e dos valores culturais.

18 abril, 2007

Vamos escrever um livro?!...

Por ocasião do “Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor" (23 de Abril), a Biblioteca da nossa escola lança o desafio para todos os alunos (as):

Escrever uma história em conjunto, num livro gigante, que se encontra na Biblioteca. Cada aluno (a) ou grupo/turma dará continuidade à narrativa escrevendo uma pequena parte do texto.



Chema Madoz

Vem à Biblioteca e continua a história,

“Era uma vez"...

Usa a tua imaginação!

"O "Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor" é comemorado, desde 1996 e por decisão da UNESCO, a 23 de Abril, dia de São Jorge. Esta data foi escolhida para honrar a velha tradição catalã segundo a qual, neste dia, os cavaleiros oferecem às suas damas UMA ROSA VERMELHA DE SÃO JORGE (Saint Jordi) e recebem em troca, UM LIVRO. Em simultâneo, é prestada homenagem à obra de grandes escritores, como Shakespeare e Cervantes, falecidos em 1616, exactamente a 23 de Abril. Partilhar livros e flores, nesta primavera, é prolongar uma longa cadeia de alegria e cultura, de saber e paixão". Instituto Português do Livro e das Bibliotecas

12 abril, 2007

Contos Imortais

Neste site podes ler muitos contos de Hans Christian Andersen:

A polegarzinha, O patinho feio, O bravo soldadinho de chumbo, etc.

Diverte-te!


Ilustração de Danuta Wojciechowska

Sugestão do Professor José Miranda

Página web do Museu Hans Christian Andersen, em Odense, Dinamarca

11 abril, 2007

Concurso Nacional de Leitura

Alunas Apuradas:

Sónia Calado, nº 16 do 8ºD

Márcia Matos, nº 12 do 8ºD

Priscilla Rosa, nº 18 do 8ºC


Estas alunas irão representar a escola ao Concurso Distrital na Biblioteca Municipal de Sta. Maria da Feira, no dia 12 de Maio, Sábado.
O concurso baseia-se nas obras "Histórias da Terra e do Mar" de Sophia de Mello Breyner Andresen e "O Principezinho" de Saint-Exupéry.


26 março, 2007

Contador de Histórias



21 e 22 de Março

José Craveiro, mais conhecido por “Zé do Arménio”, natural da Vila de Tentúgal perto de Montemor-o-Velho, esteve na Biblioteca para nos contar histórias, experiências de vida, situações insólitas, trágicas ou engraçadas.
“Zé do Arménio” é detentor de uma memória invulgar e de um grande poder comunicativo. O seu olhar capta a nossa atenção, a sua voz, o nosso pensamento e os seus gestos levam-nos a participar na narrativa, que ele tão bem sabe exprimir.
Os seus conhecimentos são-nos transmitidos através da oralidade, pois este homem, esta “fonte” inesgotável de sabedoria tradicional ainda não teve tempo de escrever as páginas da sua vida. - “Talvez um dia!…”- costuma dizer.
Cá ficamos à espera.

22 março, 2007

Porquê o Livro? IV

Sugestão de:

Joana Carvalho Silva: Aluna da turma B do 6º Ano e "Amiga da Biblioteca"



Livro: “Milhões” de Frank Cottrell Boyce

O livro que mais gostei de ler chama-se “Milhões”. Este livro conta-nos a história de um menino chamado Daniel (Dany). Daniel é órfão de mãe mas tem um irmão chamado Antony e Robie é o seu pai. Dany, quando estava a ir para a escola, depara-se com um saco de dinheiro que pensa ter caído do céu. Este livro acompanha todas as suas aventuras enquanto está na posse deste dinheiro e quando fala com santos que é a sua única maneira de comunicar com a mãe.
Gostei deste livro porque tem uma história muito interessante que é vivida por muitas crianças, e é por isso um tema real. Este livro, cheio de aventura e mistério, é como se estivéssemos a viver e a sentir o mesmo que o personagem. É um livro que adorei ler e aconselho a sua leitura a todas as pessoas que gostem de ler e que apreciem um bom livro, tal como este.
Joana Silva
-

"Frank Cottrell Boyce é um conhecido guionista de filmes britânico que se inspirou no filme homónimo, de sua autoria, estrando–se assim na literatura infanto–juvenil. É uma verdadeira obra–prima em mais que um sentido, um livro «diferente», que tem vindo a apaixonar adultos e crianças em todo o mundo! É uma história que poderia ter acontecido no nosso tempo, inteligente e de uma sensibilidade invulgar, sendo ao mesmo tempo muitíssimo divertida. Quando após a morte da Mãe, Damian, que é quem conta a história, Anthony, o irmão mais velho, e o desorientado Pai mudam de casa, todos três, à sua maneira, têm de lidar com aquela dolorosa perda afectiva. Damian, um miúdo formidável, é um ser que pertence a dois mundos. A sua paixão são os santos e, em certa medida, tentar ser sempre bom, para ele, é uma forma de se aproximar da Mãe. Anthony, ao contrário do irmão, possui um forte sentido das realidades. Mas mesmo Damian, no seu esforço para se aproximar do Céu, é atingido pela realidade, sob a forma de um saco de dinheiro que ele julga ter caído Lá de Cima. O grande problema deste excepcional acontecimento, para toda a família, é que isto se passa na tansição da moeda nacional para o Euro e aquele dinheiro, qualquer que seja o fim a que o destinem, tem de ser gasto em 17 dias!
Grande vencedor do Carnegie Medal 2004, o mais prestigiado prémio de língua inglesa para a literatura infanto-juvenil."

21 março, 2007

Dia Mundial da Árvore e da Poesia


Árvores
Árvores negras que falais ao meu ouvido,
Folhas que não dormis, cheias de febre,
Que adeus é este adeus que me despede
E este pedido sem fim que o vento perde
E esta voz que implora, implora sempre
Sem que ninguém lhe tenha respondido?

Sophia de Mello Breyner Andresen

20 março, 2007

Actividades da Semana da Leitura

Na semana de 5 a 9 de Março de 2007, decorreu nesta escola a Semana da Leitura, inserida no Plano Nacional de Leitura.
Foram várias as actividades desenvolvidas e apresentadas, quer dentro da sala de aula, quer na Biblioteca e no átrio da escola.
De entre elas destaca-se a apresentação, pelos alunos, na sala de aula, de trabalhos sobre livros lidos, constantes da lista de livros recomendados no PNL, dramatização, na biblioteca, de um excerto da obra analisada nas aulas de Língua Portuguesa, ULISSES, pela turma D do 6º ano, a declamação do poema Trem de ferro, pelos alunos da turma C do 5º ano, e pela ilustração da obra A MENINA DO MAR num painel de 5,40X2, colocado no átrio da escola, pelas turmas de 5º ano acima referidas, com a colaboração dos professores de EVT.
Os alunos reagiram entusiasticamente a estas actividades e esforçaram-se por cumprir os prazos estabelecidos.

Related Posts with Thumbnails