23 fevereiro, 2010

“Máscaras de Literatura” fizeram a festa na Biblioteca Municipal de Anadia


No âmbito da Biblioteca Escolar de Sangalhos, as lindíssimas “Máscaras de Literatura” produzidas pelos alunos das E.B.1º Ciclo da Pista e de Sangalhos apresentaram tal nível de criatividade, originalidade e beleza que a Professora Bibliotecária propôs à Directora da Biblioteca Municipal de Anadia, Dr.ª Sónia Almeida, a possibilidade de serem expostas nesse espaço.
Professores, alunos e Pais/E.E. agradecem a cedência desse espaço e a prontidão desse acolhimento. As máscaras foram efectuadas por alunos dos 1º, 2º 3º e 4º anos, de acordo com os conhecimentos de Literatura Infantil e Juvenil. Alguns trabalhos foram realizados em casa com a colaboração dos Pais/E.E., articulação que é sempre de louvar e de repetir. Estiveram em exibição no átrio da Biblioteca durante a semana de Carnaval para deleite dos visitantes.
Perante tal produtividade de excelente qualidade, somos levados a concluir que o funcionamento da Biblioteca Escolar de Sangalhos, a vinda de uma Contadora de Histórias ou de um Ilustrador às Escolas, entre outras realizações, estão a dar óptimos resultados.
De facto, foi mais uma magnífica actividade da iniciativa da Biblioteca Escolar de Sangalhos, desta vez, um feliz casamento entre a Literatura Infantil e Juvenil (escritores, ilustradores, títulos, textos, desenhos, decorações, etc.) e o Carnaval. Reconhecidamente, merecem parabéns todos os alunos, aproximadamente 120, e os Senhores Professores Titulares das 6 (seis) Turmas. Por ano de escolaridade e por Escola, o melhor trabalho será premiado com um livro da Literatura Infantil e Juvenil.
A próxima dinâmica a ter lugar antes da Páscoa intitular-se-á “Ovos de Poesia” mexidos com Leituras de Pais/E.E. dos alunos. A Professora Bibliotecária, Maria Ivone Moreira Saraiva

22 fevereiro, 2010

Bibliotecas do Mundo

19 fevereiro, 2010

Carnaval e Literatura

No dia 14 de Fevereiro (Domingo), primeiro dia do desfile do Carnaval do Rio de Janeiro de 2010, a Escola de Samba Académicos do Salgueiro foi a quinta a desfilar na Avenida Marquês de Sapucaí. O tema do enredo foi "Histórias sem Fim" e constituiu uma grande homenagem aos livros e à literatura.

A apoteose do livro pelo G.R.E.S. ACADÉMICOS DO SALGUEIRO

“Êta!” que é Carnaval….
O enredo destaca o livro como instrumento de extensão da memória e imaginação do homem. O livro é um portal para grandes pensamentos, coloca a mente para viajar... A proposta do enredo é um incentivo para a leitura. Não sou um leitor inveterado, mas acredito que seja um tema nobre. Vamos mostrar esse instrumento através de histórias de determinados géneros que eu acredito que darão um bom entendimento para o público.” Renato Lage (cenógrafo e carnavalesco carioca )

Carros alegóricos (* informação retirada daqui SRZD)

Abre-alas: Tem a característica de uma “gráfica” contemporânea, com 55 homens da Intrépida Trupe realizando uma performance em que representam letras que são lançadas numa folha em branco da "Bíblia". Um letreiro, na frente do carro, terá o nome do Salgueiro, sendo que o tipo de fonte da letra será mudado diversas vezes ao longo do desfile;

Abertura
: Manuscritos feitos por monges medievais serão apresentados na abertura do desfile. A prensa, invenção e sonho do alemão Gutenberg, democratizou o livro, criando a produção em massa. A "Bíblia", o primeiro livro impresso por Gutemberg, estará neste sector, além da ala "Aquiles - Ilíada/Odisseia";


Segundo carro: É a grande Biblioteca, inspirada numa cena do filme "A Liga Extraordinária", de Sean Connery, em que durante um tiroteio as escadas rodam e os papéis voam. O carro também terá uma performance circense, com a presença de personagens como Escrava Isaura, Gato de Botas, entre outros. Os Bibliotecários e Arquivistas presentes na alegoria fazem malabarismo nas escadas da Biblioteca;

Segundo sector: Fantasias com referências a obras como "Os Três Mosqueteiros", "Os Miseráveis" e "Memórias Póstumas de Brás Cubas" ilustram esta fase do desfile;



Terceiro carro: Inspirado no filme "Eu, Robot", de Isaac Asimov, o robot prateado gigantesco presente nesta alegoria impressiona pelo tamanho e movimentação. O carro anuncia a chegada dos livros de ficção;



Terceiro sector: As alas deste sector seguem a ideia do terceiro carro, trazendo fantasias inspiradas nas obras de ficção mais conhecidas do grande público - "Eu, Robot" e "Marcianos - A Guerra dos Mundos";



Quarto carro: Para representar os livros de aventura, Renato preparou parte deste carro como um tabuleiro de xadrez, numa alusão ao filme "Harry Potter". Haverá a performance de três rapazes representando os principais personagens da obra;



Quarto sector: Presença da ala "Harry Potter" e de outras, referentes à parte de aventura do enredo, como "Capitão Nemo - 20 Mil Léguas Submarinas";



Bateria: "Ali Babá e os 40 Ladrões" - Homenagem ao famoso conto infantil vivido no reino da Pérsia; 



Quinto carro: Peri e Ceci estarão representadas na parte dianteira desta alegoria, que traz ainda o rosto de um índio para homenagear a obra "O Guarani", de José de Alencar, publicada em 1857;



Quinto sector: Além da ala "O Guarani", o Salgueiro apresenta fantasias alusivas a grandes livros de escritores nacionais, como Jorge Amado;



Sexto carro: Os livros infantis ganham espaço no sexto carro, com uma grande escultura da Emília, do "Sítio do Pica-pau Amarelo", de Monteiro Lobato. A escultura da Emília, em forma de marionete, será movimentada na frente do carro por alguns duendes. A alegoria, trabalhada por profissionais de Parintins, no Amazonas, remete a livros infantis em que as crianças são estimuladas a montá-los;



Sexto sector: O último sector tem fantasias como "Anjo de Luz - O Livro dos Espíritos" e "Diário de Um Mago", do escritor Paulo Coelho;



Sétimo carro: E para encerrar o desfile, uma alegoria rica em detalhes, com o tom dourado prevalecendo, em que deuses hindus, como Ganesha, e elefantes indianos ganham destaque. O carro remete aos livros de auto-ajuda e é uma homenagem à visão de vida hindu.


Livros presentes no enredo:

“Os Dez Mandamentos”, Bíblia
“Ilíada/Odisseia” (Aquiles), Homero
“Os Três Mosqueteiros”, Alexandre Dumas (pai)
“Os Miseráveis”, Victor Hugo
“Memórias Póstumas de Brás Cubas”, Machado de Assis
“O Guarani”, José de Alencar
“O Pequeno Príncipe (“O Principezinho”)”, Antoine de Saint-Exupéry
“20 Mil Léguas Submarinas” (Capitão Nemo), Júlio Verne
“Harry Potter”, J. K. Rowling
“Eu, Robô” (“Eu, Robot”), Isaac Asimov
“O Livro dos Espíritos“ (Anjo de Luz), Allan Kardec
“Diário de um Mago”, Paulo Coelho

Links relacionados: notícia no Jornal Estadão; "Samba do enredo" e vídeo youtube

18 fevereiro, 2010

Aniversário da nossa Biblioteca


O terceiro aniversário da inserção da nossa Biblioteca na Rede de Bibliotecas Escolares mereceu destaque no Jornal Litoral Centro.

Podem ler a notícia aqui.

12 fevereiro, 2010

Inauguração da Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas de Anadia

A Biblioteca Escolar (B.E.) do Agrupamento de Escolas de Vilarinho do Bairro e a Biblioteca Escolar da Escola Básica do 1ºCEB de Sangalhos, esta a mais antiga B.E. do Concelho de Anadia quase com uma dezena de anos de existência, estiveram presentes na inauguração da Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas de Anadia, através das suas Professoras Bibliotecárias, Noémia Maria M. Lopes e Maria Ivone Saraiva.
A cerimónia esteve à altura do feliz acontecimento, com um magnífico leque de convidados para testemunhar e abençoar tal facto, tendo-se alcançado o ponto alto com a prestimosa actuação dos alunos em declamação, música e gastronomia.
Perdurará na mente de todos, certamente, as palavras escutadas, os delicados sons, os excelsos paladares, tudo prata da casa…
Parabéns à Equipa da B.E. e à Professora Bibliotecária, Maria Cândida Cabral!
Parabéns ao Agrupamento de Escolas de Anadia!

07 fevereiro, 2010

Parabéns Biblioteca!

Já lá vão três anos!...

Dia 07, naquele mês de Fevereiro, em que a nossa Biblioteca foi inaugurada oficialmente (as suas portas já estavam abertas desde o início do 2º Período).
Livros a circular, equipamento a funcionar e muita vontade de trabalhar.
Nesse dia aconteceu a festa: música, discursos, teatro, poesia, brindes… um cheiro a novo a pairar no ar.
Dia 07 de Fevereiro de 2007, novo ciclo que se iniciou, com a sua integração na RBE (Rede de Bibliotecas Escolares).
E nunca mais parámos. Professores e funcionária da Acção Educativa, os alunos, afinal os maiores Amigos da Biblioteca, razão da sua existência e todos aqueles que necessitam dela e a consideram uma estrutura pedagógica essencial para o sucesso escolar.
O nosso diário “O Sabichão”, espelha bem o que tem sido este percurso ao longo de três anos. As evidências ficarão para sempre registadas nas suas páginas, para serem recordadas como boas práticas e exemplos a seguir.
Para o nosso blogue vai também a eterna gratidão num beijo de parabéns.

Prontos a continuar!...

02 fevereiro, 2010

Direitos Humanos | Trabalhos dos alunos



No passado dia 10 de Dezembro, a nossa Biblioteca comemorou o Dia Internacional dos Direitos Humanos, em parceria com a disciplina de EMRC. (Ver aqui).

Aqui se apresentam os trabalhos dos/as alunos/as das turmas 6ºB, 7ºB e 9ºA, realizados com o apoio da professora de EMRC, Rosa Rosmaninho.

«Todas as pessoas têm direito à sua privacidade»
 Quem mexeu nas minhas coisas?

«Todas as pessoas têm direito a uma habitação…» Os sem-abrigo



«Todas as pessoas têm direito à segurança 
pessoal…» O maior ao volante

«Todas as pessoas têm direito a ter uma nacionalidade.» 
Mudei de terra. Sou um colega novo

«Todas as pessoas têm direito a um trabalho e a um ordenado justo…» O desemprego

«Todas as pessoas têm direito a serem tratadas com respeito, independentemente da raça ou da cor da pele…» As cores de mãos dadas

Alunos/as:
6ºB (Andreia, Beatriz, Carina); 7ºB (Adriana A., Adriana F., Beatriz, Bruno, Daniel M., Daniel P., Daniela, Diogo, Joana, Miguel, Nélia, Salomé); 9A (Ana Filipa, Catarina)

Related Posts with Thumbnails