19 fevereiro, 2010

Carnaval e Literatura

No dia 14 de Fevereiro (Domingo), primeiro dia do desfile do Carnaval do Rio de Janeiro de 2010, a Escola de Samba Académicos do Salgueiro foi a quinta a desfilar na Avenida Marquês de Sapucaí. O tema do enredo foi "Histórias sem Fim" e constituiu uma grande homenagem aos livros e à literatura.

A apoteose do livro pelo G.R.E.S. ACADÉMICOS DO SALGUEIRO

“Êta!” que é Carnaval….
O enredo destaca o livro como instrumento de extensão da memória e imaginação do homem. O livro é um portal para grandes pensamentos, coloca a mente para viajar... A proposta do enredo é um incentivo para a leitura. Não sou um leitor inveterado, mas acredito que seja um tema nobre. Vamos mostrar esse instrumento através de histórias de determinados géneros que eu acredito que darão um bom entendimento para o público.” Renato Lage (cenógrafo e carnavalesco carioca )

Carros alegóricos (* informação retirada daqui SRZD)

Abre-alas: Tem a característica de uma “gráfica” contemporânea, com 55 homens da Intrépida Trupe realizando uma performance em que representam letras que são lançadas numa folha em branco da "Bíblia". Um letreiro, na frente do carro, terá o nome do Salgueiro, sendo que o tipo de fonte da letra será mudado diversas vezes ao longo do desfile;

Abertura
: Manuscritos feitos por monges medievais serão apresentados na abertura do desfile. A prensa, invenção e sonho do alemão Gutenberg, democratizou o livro, criando a produção em massa. A "Bíblia", o primeiro livro impresso por Gutemberg, estará neste sector, além da ala "Aquiles - Ilíada/Odisseia";


Segundo carro: É a grande Biblioteca, inspirada numa cena do filme "A Liga Extraordinária", de Sean Connery, em que durante um tiroteio as escadas rodam e os papéis voam. O carro também terá uma performance circense, com a presença de personagens como Escrava Isaura, Gato de Botas, entre outros. Os Bibliotecários e Arquivistas presentes na alegoria fazem malabarismo nas escadas da Biblioteca;

Segundo sector: Fantasias com referências a obras como "Os Três Mosqueteiros", "Os Miseráveis" e "Memórias Póstumas de Brás Cubas" ilustram esta fase do desfile;



Terceiro carro: Inspirado no filme "Eu, Robot", de Isaac Asimov, o robot prateado gigantesco presente nesta alegoria impressiona pelo tamanho e movimentação. O carro anuncia a chegada dos livros de ficção;



Terceiro sector: As alas deste sector seguem a ideia do terceiro carro, trazendo fantasias inspiradas nas obras de ficção mais conhecidas do grande público - "Eu, Robot" e "Marcianos - A Guerra dos Mundos";



Quarto carro: Para representar os livros de aventura, Renato preparou parte deste carro como um tabuleiro de xadrez, numa alusão ao filme "Harry Potter". Haverá a performance de três rapazes representando os principais personagens da obra;



Quarto sector: Presença da ala "Harry Potter" e de outras, referentes à parte de aventura do enredo, como "Capitão Nemo - 20 Mil Léguas Submarinas";



Bateria: "Ali Babá e os 40 Ladrões" - Homenagem ao famoso conto infantil vivido no reino da Pérsia; 



Quinto carro: Peri e Ceci estarão representadas na parte dianteira desta alegoria, que traz ainda o rosto de um índio para homenagear a obra "O Guarani", de José de Alencar, publicada em 1857;



Quinto sector: Além da ala "O Guarani", o Salgueiro apresenta fantasias alusivas a grandes livros de escritores nacionais, como Jorge Amado;



Sexto carro: Os livros infantis ganham espaço no sexto carro, com uma grande escultura da Emília, do "Sítio do Pica-pau Amarelo", de Monteiro Lobato. A escultura da Emília, em forma de marionete, será movimentada na frente do carro por alguns duendes. A alegoria, trabalhada por profissionais de Parintins, no Amazonas, remete a livros infantis em que as crianças são estimuladas a montá-los;



Sexto sector: O último sector tem fantasias como "Anjo de Luz - O Livro dos Espíritos" e "Diário de Um Mago", do escritor Paulo Coelho;



Sétimo carro: E para encerrar o desfile, uma alegoria rica em detalhes, com o tom dourado prevalecendo, em que deuses hindus, como Ganesha, e elefantes indianos ganham destaque. O carro remete aos livros de auto-ajuda e é uma homenagem à visão de vida hindu.


Livros presentes no enredo:

“Os Dez Mandamentos”, Bíblia
“Ilíada/Odisseia” (Aquiles), Homero
“Os Três Mosqueteiros”, Alexandre Dumas (pai)
“Os Miseráveis”, Victor Hugo
“Memórias Póstumas de Brás Cubas”, Machado de Assis
“O Guarani”, José de Alencar
“O Pequeno Príncipe (“O Principezinho”)”, Antoine de Saint-Exupéry
“20 Mil Léguas Submarinas” (Capitão Nemo), Júlio Verne
“Harry Potter”, J. K. Rowling
“Eu, Robô” (“Eu, Robot”), Isaac Asimov
“O Livro dos Espíritos“ (Anjo de Luz), Allan Kardec
“Diário de um Mago”, Paulo Coelho

Links relacionados: notícia no Jornal Estadão; "Samba do enredo" e vídeo youtube

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails